top of page

Biografia

Natural de Manaus (Amazonas, Brasil) Michael Dantas trabalha como repórter-fotográfico há mais de 15 anos, período em que atuou em alguns dos principais veículos de comunicação da região Norte, além de colaborar com agências internacionais de notícias como a Associated Press (AP), Agence France-Presse (AFP) e a Reuters. As fotografias de Michael Dantas renderam ao fotógrafo o Prêmio Megafone – Primeiro prêmio de ativismo brasileiro em 2022; o Pakuá – 1º Prêmio Brasileiro de Fotografia Aérea em 2020; a posição de finalista com duas fotografias no 42º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos; Prêmio Osvaldo Paquetá (Melhores do MMA nacional) em 2017; menção honrosa no Prêmio New Holland de Fotojornalismo de 2016; Prêmio Correios de Fotografia de 2014; além do Prêmio New Holland de Fotojornalismo de 2014 e de uma menção honrosa no Concurso Fotográfico Leica-Fotografe, em 2009. Em 2022 seu trabalho foi selecionado para participar do site Testemunha ocular (http://testemunhaocular.ims.com.br), uma iniciativa do Instituto Moreira Salles para preservar e difundir o passado e o presente do Fotojornalismo brasileiro. No ano anterior Michael participou da Exposição ‘Terra em transe’ no Museu Afro Brasil, em São Paulo. Durante cobertura jornalística da pandemia de Covid-19, teve três de suas imagens selecionadas para compor o livro das 120 melhores fotografias do ano, em 2020, da Agence France-Presse (AFP), agência de notícias francesa, considerada uma das mais prestigiadas do mundo.

bottom of page